top of page

Monitoramento e manejo estruturado reduzem ação danosa da cigarrinha-do-milho

As perdas do produtor podem aumentar se não houver controle eficaz de pragas com alto potencial para ocasionar danos à safra de milho.

O alerta vem da pesquisadora e pós-doutora em entomologia Regiane Oliveira, do grupo Agrimip, dedicado a estudos sobre manejo integrado de pragas no campus de Botucatu da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp).


Formado por 25 pessoas da área de pesquisas, o Agrimip assumiu como desafio identificar as melhores práticas de manejo da cigarrinha-do-milho (Daubulus maidis).

Leia o conteúdo completo através do link: https://agrocampoinformativo.com.br/single.php?id=NzA4Nw==

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page