Bioestimulantes com tecnologia ítalo-japonesa fomentam produtividade e qualidade da matéria-prima

Análises e estudos realizados recentemente na fronteira agrícola da cana−de−açúcar brasileira, apontam que insumos bioestimulantes produzidos pela Sipcam Nichino Brasil entregam resultados robustos à produtividade da cultura.

A companhia trouxe ao Brasil quatro bioestimulantes para atender às demandas do setor sucroenergético em relação ao manejo de lavouras. Em conjunto, esses insumos passam agora a compor uma nova plataforma tecnológica.

Três produtos da plataforma já vinham sendo comercializados, individualmente, no Brasil, e aplicados com sucesso na cultura da cana-de- açúcar. São eles Abyss, Blackjak e Nutex Premium. A esse portfólio se soma agora a marca Stilo Verde.

Confira todos os detalhes através do link: https://revistacultivar.com.br/artigos/bioestimulantes-com-tecnologia-italo-japonesa-fomentam-produtividade-e-qualidade-da-materia-prima-da-cana-de-acucar


Posts recentes

Ver tudo