top of page

Bioestimulação da soja resultou em quase 10 sacas a mais por hectare, aponta pesquisa

Pesquisa recente mostrou como a bioestimulação da soja pode auxiliar o produtor a obter melhor padrão de produtividade. A análise foi conduzida conjuntamente pelo Gapes – Grupo Associado de Pesquisa do Sudoeste Goiano – e pela equipe técnica da Sipcam Nichino Brasil, desenvolvedora do bioestimulante Blackjak.


“O resultado revelou que a prática da bioestimulação da soja ancorada em Blackjak® entregou 9,6 sacas a mais da oleaginosa por hectare, ante à ‘testemunha’, além de 3 sacas a mais por hectare frente à média dos demais tratamentos”, resume Vitor Cabral Araújo, engenheiro agrônomo, da área de desenvolvimento de mercado. “Blackjak® promoveu desenvolvimento acima da média das plantas com ele bioestimuladas”, acrescenta.



Posts recentes

Ver tudo
bottom of page